E você, sabe o que é um mod?

Um dia uns caras tomaram anfetaminas e trocaram as jaquetas de couro e as motos por parcas da RAF e lambrettas. Ou apenas eram caras com pouca grana pra heroína, pro couro e pra motos com mais de 50 cc. Em todo caso, em meados do século passado londres ficou divida entre os mods e os rockers.

E sabe-se lá por que cargas d’água houve (há ainda?) uma cena neomod (!) no mundo, inclusive no Brasil, principalmente no sul, arrisco dizer que sobremaneira em Curitiba (com uma breve conexão com Porto Alegre). O clima (a fumaça é melhor que o ar e etc.), a blasecitude que nos é particular e uma série de coincidências musicais transformaram, pelo menos no mundo em que fiz parte anos atrás, nossa querida cidadinha num ambiente perfeito para um remake de Quadrophenia.

De maneira que eu, em 2004-2005, frequentava assiduamente o Motorrad e o Empório, alternando shows da Réles, dos Feicheclaires, Dissonantes, e das pick-ups vinilizadas do Gaba.

Achei que combinava com aqueles ambientes naftalinados.

Mas o tempo passou. As bandas acabaram ou viraram sertanejas ou calça-de-veludo-letra-beat-seventies. O motorrad fechou. O Empório, sei lá. E passei a ir nos shows de rockabilly há um tempo.

Semana passada, quando cruzei as calçadas tomadas dos “roqueiros” que foram carpir nosso lendário Ivo Rodrigues. Estava todo mundo lá. Mas diferente.

Ao mesmo tempo, achando alguns personagens ainda só personagens, achando tudo meio ridículo. Sabe, quando a gente descobre que a mãe mente, o pai tem medo, o namorado te traiu? Desiludida.

Mas, caindo agora num ecletismo desprezível, gorfando um clichê absurdo, aquela coisa do narciso-acha-feio-o-que-não-é-espelho cabe aqui.

Anúncios

3 thoughts on “E você, sabe o que é um mod?

  1. Adorei esse! Já te falei sobre o meu futuro livro (“Talkin´ ´bout my generation: a astúcia da mímese em The Who”)??

    Enfim. Eu queria fazer uma citação, mas não tem nada q verde e esse é um espaço público…

    Tenho outro projeto tb… É um documentário chamado “Metal Icarus: o apogeu e a queda da maior banda de metal brasileira”. Esse título é irônico, viu?

    Conhece alguém que queira investir???

  2. Nossa, eu era desta época tbm, até um pouco antes… tenho mta saudades, mesmo assim continuo amando esta época(60’s) e ainda sou muito influenciada por ela! Gostei do blog.
    Beijos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s