dezoito

18.

No que se vê não há leveza. Um navio flutua porque pesa. Submersos ficam as cordas, os ratos, os restos. A despensa, os traumas e tudo o que não se quer mostrar. No entanto, é pelo lastro que o navio desliza.

Anúncios

6 thoughts on “dezoito

  1. Sempre bom visitar teu blog. E pensar no que você propõe.

    Googlei a frase pra ver se descobria o autor. =P Isso porque creio já ter ouvido algo parecido antes. De qualquer forma, o textículo é lindo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s