que pode ser a última vez

hiroshi sugimoto

Senta-te de cabelos brancos na cadeira da praia, relê o romance que te fez chorar aos vinte anos, olha o mar que pode ser a última vez (e que diferença faria, a primeira, a última, a vigésima quarta vez). Os netos te chamam para o almoço e você sente saudades de teu companheiro de vida que foi antes. Os olhos mareados, ninguém percebe no teu rosto velho. Mas valeu a pena, se caísse morta agora aos pés dos teus genros teria valido a pena. Anda pesada de tanta memória para a mesa do almoço: 90 anos, contam. Não resta muito tempo ainda, melhor sentar na cadeira da praia, olhar o mar, reler o romance da juventude.

Ou o coração para de repente, morre segurando ao meio o romance aos vinte anos — não saberá o final mas já não importa mais.

Quando eu morrer, quero dizer, o que peço a Deus com o perdão que Ele tenha é que eu não morra depois do pai porque não quero viver na casa de nenhum de vocês. Disse.

Anúncios

One thought on “que pode ser a última vez

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s