Rendez-vous with a comet

Hoje máquinas brutas escavam o terreno em busca do corpo nada de um poeta.
E não faz nem um ano reconstruíram célula a célula a orelha que se lhe arrancou Van Gogh
A arquidiocese do Rio é detentora do direito de imagem de Cristo
E ontem ouvi por horas o barulho harmonioso do universo
Capturado pela sonda inédita
Que investiga os mistérios das estrelas cadentes

Rendez-vous with a comet

A tarde em que metade do mundo assiste aos milagres do espaço
Não é uma tarde de escrever um poema
(Alguns milagres precisam de todo o tempo do mundo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s