instantâneo

Já reparou?

Neste arquivo não há panoramas. As únicas fotografias que dizem qualquer coisa de verdadeiro são as tiradas de muito perto. São os autorretratos.

Daqui não vejo o horizonte. Não vejo a montanha. Um paisagista aparece todos os meses igualando os arbustos do caminho e até os animais mais egoístas obedecem as coleiras.

A floresta são as palmeiras enfeitando os bulevares, são as raízes explodindo as sarjetas, e os pássaros tristes alinhados na beirada do muro.

A natureza é essa arzinho que atravessa as frestas da janela, é o vento que derruba meus desenhos da parede, e o tempo que me enrosca numas memórias que eu devia ter esquecido faz muito tempo.

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s