Ferrante

Em 1968 (não foi em um ano qualquer), Roland Barthes, num pequeno ensaio de cinco ou seis páginas, deu a notícia de que o Autor tinha morrido. Não era precisamente uma novidade. Desde que algumas cabeças reais rolaram na Bastilha que a verdade deixou de ser anunciada por uma só criatura inspirada por Deus – o qual, aliás, também havia um tempo estava sendo substituído pelos elementos naturais, pelas máquinas a vapor e pelas dissecações.

No entanto, e paradoxalmente, para Roland Barthes é justo no fim na Idade Média que a figura, ou melhor, “a personagem do autor”, surgiu. Essa entidade seria, portanto, um fruto do pensamento racionalista e empírico que acreditava na inteireza das coisas (no indivíduo) e não por acaso contemporâneo ao nascimento do capitalismo. Se a literatura já não era mais o resultado dos sussurros de Deus ou das musas, agora ela vinha do gênio dos pensamentos conscientes de uma só pessoa, específica e inteira, de um só indivíduo genial, como se fosse possível que cada texto originasse do nada a si mesmo.

Mas sem milagre nada pode ser a origem de si mesmo, de modo que uma escritura sempre é, relembra Barthes, a mescla de outras escrituras, e o que um escritor faz é sempre imitar os mesmos gestos daqueles que o precederam. “Eu sou a verdade” é um tipo de enunciação que demanda uma fé um tanto démodé. “A literatura (seria melhor passar a dizer escritura)” diz Barthes, “recusando-se a designar ao texto (e ao mundo como texto) um ‘segredo’, isto é, um sentido último, libera uma atividade que se poderia chamar contrateológica, propriamente revolucionária, pois a recusa de deter o sentido é recusar Deus e suas hipóteses, a razão, a ciência e a lei”.

E quem ocupou esse vazio que antes era Deus?

 

[Trecho da resenha do ótimo romance Amiga Genial, da Elena Ferrante, no Jornal Rascunho #184]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s