terceira pessoa

Para dizer o que tinha de dizer ela precisava encontrar uma terceira pessoa, seguramente afastada do seu corpo. E que a visse como quem tenta entender o crescimento milagroso de uma árvore nutritiva a partir de uma semente que cabe no estômago de um ser humano. Um narrador. Que não esteja perigosamente acostumado com o milagre de uma árvore numa semente dispensada no canto de um prato na pia, mas que tenha esquecido a palavra pia, a palavra semente, que não conheça a palavra corpo, que não tivesse corpo algum, só olhos e consciência, se possível que fosse só olhos, ouvidos, consciência e um pouco de afeto.

Ela sabia que era maior do que sentia, que as palavras vida e morte e dor e também árvore e pia e caixa e concreto renasciam de tempos em tempos, ressurgiam novidade. Ela sabia que era maior do que sentia que ele era o que ela queria que ele fosse e ela seria qualquer coisa em relação. A ele, ao prato sujo na pia, à semente que cuspiu na calçada que não viraria uma árvore nunca, mas se desmancharia talvez um pouco mais rápido que os papéis que envolvem os tabacos, ou os doces, um lixo, uma sujeira, menos que uma montanha (a areia ali para provar que tudo que nos sustenta uma dia vira pó infecundo). Ela sabia que aquilo não era nem amor, nem ciúme nem mesmo saudade, e que o fim de semana, o céu meio cinzento, nada afinal explicava. Aquilo que estava sentindo, um espelho : abismo falso. Os pratos continuariam sujos, e ela, pelo resto da tarde, a se ver como quem esquece que os milagres existem. De uma árvore morrer num canto insignificante da avenida, sobre um prato na pia. De a gente morrer um pouquinho por dia. De ser um domingo inédito neste planeta, que flutua no espaço silencioso, escuro e vazio. Como as vísceras moles de um corpo, o coração, o estômago.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s