que aqui gorjeiam

Da janela do meu quarto as casas  lá de baixo. E a fileira de pombas que se agrupam todas no mesmo telhado hospitaleiro.

Quando se apronta uma chuva, vejo uns pássaros pequenos dançarem nervosos à altura do meu 5º andar. Como se procurassem abrigo nesse lugar onde são estrangeiros, mais ainda do que eu.

Às seis da tarde, coalham o céu os helicópteros de São Paulo.

Anúncios

3 thoughts on “que aqui gorjeiam

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s